: Nessie @ 15:46

Sex, 10/08/12

 

Isto chegou a um ponto em que me encontro em casa e só penso em ginásio ginásio ginásio, tenho vinte livros para ler e mal posso esperar para os conhecer a todos mas só me dá vontade de ir ao ginásio, tenho tempo para ver séries que quero ver há anos mas não consigo concentrar-me em estar sossegada, agora em vez de dar graças pelo meu downtime fico inquieta porque podia estar a aproveitar este tempo para gastar energia e treinar o corpo.

Antes tarde do que nunca.




: Nessie @ 16:21

Qui, 12/07/12

 

Depois de uma hora e meia de ginásio pela manhã (que anda a dar-me imenso gozo pela primeira vez na vida,) passei o resto do dia com a segunda temporada de Downton Abbey. Esta série é qualquer coisa, comecei a ver a primeira temporada na noite que passei sozinha em Amsterdão e três dias depois estava a ver o último episódio da temporada no ferry de volta a Inglaterra. Agora estou finalmente a actualizar-me com os últimos episódios e como não tenho mais nada que fazer, é fácil despachar logo meia-dúzia de seguida.

Quando o meu pai chegar a casa sou capaz de ir dar uma volta com o carro pela primeira vez em sete meses, diria que só isso já dá emoção que chegue por um dia.

E amanhã, Optimus Alive! Oh joy.




: Nessie @ 22:11

Ter, 01/02/11

 

Há seis meses que praticamente não me mexia. Tinha deixado o jogging, o cartão do ginásio tinha pouco uso e acabou por ser cancelado, a fase em que me dediquei a sério à bicicleta também não durou muito. Sentia-me culpada, mas quando chegava da faculdade já só queria sofá e internet, um bom livro e cobertores. A dieta também ficou para trás com o Verão, que isto de não ter tido hora do almoço em tempo de aulas não me proporcionava oportunidade para esquisitices - ou almoçava o que houvesse mais à mão ou passava fome, por isso passei o semestre entre uma e outra. Não foi um período muito saudável.

Por isso quando chegaram estas longas férias que já têm os dias contados, disse a mim mesma que iria recomeçar a correr regularmente. E fui adiando. Já estava a ficar escuro, estava demasiado frio, o iPod não tinha bateria,... quando chegava o momento de mexer as pernas o meu cérebro encontrava sempre um obstáculo e voltava a sentar-se confortavelmente no sofá. E assim se passou o último mês. Virei uma autêntica couch-potato.

 

Até que ontem houve uma pequena iluminação nesta mente consumidora de livros e tumblr, não é tarde nem é cedo vais correr . E saí de casa toda feliz, finalmente a dar uso aos músculos, com uns perfeitos 12ºC e um sol prestes a cair no oceano, e voltei a sentir aquela sensação perfeita de estar a correr ao som da música num cenário tão bonito e imperturbável como este que me rodeia. E depois- ohmeudeus o que é que se está a passar cá dentro, acho que vou morrer aqui e agora. Os pulmões parecem fugir para longe e o oxigénio não chega lá dentro do horário, e perco o fôlego em pouco tempo. Passaram cerca de três minutos até me sentir obrigada a resumir a corrida lenta em marcha rápida, e foi aí que fiquei mesmo chateada comigo. Ainda há um ano atrás estava toda contente porque faltava pouco para conseguir correr vinte minutos seguidos. Por isso regressei ao esquema marcha-corrida-marcha-corrida-marcha e voltei a casa quarenta minutos depois. Estava a morrer.

Mas hoje é que foi. Dói-me tanto as pernas, as articulações e os músculos, pareço uma idiota a andar.

E no entanto, amanhã lá estarei de novo.

 

symbol.gif

dream on,

Nessie


tune: dog days are over - Florence + the Machine


: Nessie @ 16:07

Sab, 20/02/10

 

Adoro ski. Adoro neve. Como sempre adoro aquilo que não está diariamente ao meu alcance.

 

Foram cinco dias muito bem passados, que trazem como efeitos secundários as dores musculares e a dura realidade de que não se irá repetir tão cedo.

Por outro lado as recordações são mais que muitas:

As roadtrips com os primos impacientes no banco de trás, a hospitalidade de Jarandilla De La Vera e o choque de descobrir que afinal o percurso até La Covatilla, a estância, demorava duas horas de carro. Mas duas horas bem recompensadas; a vista era magnífica, as pistas excelentes (da minha humilde experiência no desporto e vagas recordações de El Tarter e Sierra Nevada), e todos os momentos foram bem passados. Fomos atraiçoados por um nevão no segundo dia, com neve e gelo a cair incessantemente e ventos a soprar em todas as direcções - as cadeiras até às pistas mais avançadas foram encerradas e a passadeira que nos transportava até ao cimo de uma das descidas ficou soterrada, mas não desistimos de aproveitar o aluguer dos skis e praticámos o dia todo até o meu cabelo ficar coberto de gelo, quais estalactites, e dar a impressão de que tinha passado o dia a levar com granizados em cima. (O que não deixa de ser verdade, é tudo uma questão de semântica.)  Na última oportunidade resolvi subir até à pista azul como despedida e a partir daí não quis outra coisa, passei o resto do terceiro dia a aguentar três minutos em cadeiras suspensas na companhia de cinco graus negativos só para depois poder descer um desafio maior que as pistas de iniciados - ainda haviam as pistas vermelhas mas eu não sou assim tão ambiciosa, e tenho muita estima aos meus ossos.

Café, Coca-Cola, sandes de bacon, barras de cereais e mais café todos os dias. Os jantares passavam-se no Sports Café, um pouco abaixo do hotel, onde já eramos tratados como velhos amigos - a primeira vez que lá fomos foi porque estávamos demasiado cansados para procurar outro restaurante, no segundo dia foi porque tinha causado boa impressão, no terceiro porque parecia ser o único restaurante aberto em toda a vila e no quarto para a despedida.

E lá pelo meio cumpri mais dois objectivos da lista:

078 rebolar na neve

087 passar férias com os primos

 

A viagem de volta reservou-nos ainda uma visita à terrinha ali pelos lados de Coimbra, onde os meus avós estavam a passar férias com a minha prima, de dois anos. Tivemos direito a lanche recheado de queijadas caseiras, bolo de Ançã com requeijão, e chá. Hmm.

E agora, de volta às origens!

 

Espero que tenham tido uma boa semana.

 

dream on,

Nessie




: Nessie @ 18:49

Qua, 23/12/09

(5 stars for Olive??)

 

Hoje ao final da tarde tive a minha avaliação física no ginásio.

Sim, já posso riscar mais um item da lista Nessie 101!

ACHIEVEMENTS: 042 inscrever-me no ginásio.

 

Eu estava um bocado nervosa, mas o P.T. foi um porreiro e a avaliação passou a correr. Agora tenho de ter disciplina para dar uso ao meu cartão de sócia.

 

On another note, o meu vizinho do lado - que tem fama de louco - acabou de bater à porta do nosso apartamento para nos informar que esteve a limpar a casa com amoníaco, para não nos alarmar-mos com o cheiro. Assim que fechámos a porta começámos (eu, a minha mãe e uma vizinha) a conspirar que ele estava era a tentar disfarçar um homicídio.

Não tem piada nenhuma, mas com aquele homem (nem consigo começar por vos explicar as circunstâncias em que já o encontrei) nunca se sabe.

 

dream on,

Nessie


mood: sei lá
tune: soul meets body - Death Cab for Cutie

quote de descrição do blog: últimas palavras de François Rabelais, segundo o livro Looking for Alaska (John Green) imagem do cabeçalho via catfromjapan.tumblr.com
Apenas possuo imagens publicadas no meu blog quando mencionado. Todas as restantes - a maioria delas - são retiradas da internet.
"I go to seek a Great Perhaps.
mais sobre mim
links
subscrever feeds