: Nessie @ 15:34

Ter, 01/12/09

Alex Day traz-nos o segundo capítulo de Twilight!

 

"She's such a horrible person!"

Haha, Alex rocks.


mood: lol
tune: a lack of color - Death Cab for Cutie


: Nessie @ 14:18

Sex, 20/11/09

 

Ontem ontem lá fomos. Estivemos uma data de tempo às voltas pelo shopping à espera que chegasse finalmente a hora da ante-estreia do New Moon. Como consumidora assumida que sou, não me escaparam umas quantas ideias para presentes de Natal.

 

Fui ver o filme com a intenção de dar umas boas gargalhadas, e mesmo assim excedi as minhas espectativas. Estranhei que a sala de cinema estivesse cheia de gente mais velha, sempre esperei encontrá-la recheada de fanáticas com ataques de ansiedade  - vim mais tarde a saber que essas encontravam-se na sala ao lado.

 

O karma e o boletim metereológico hoje decidiu voltar a ajudar-me e o lançamento dos barcos de Área de Projecto foi adiado por uma semana, e tenho até 2ªfeira para o completar.

Não me posso distrair! Preciso de disciplina.

Este fim-de-semana não há blogs, twitter, tumblr, weheartit, youtube, facebook, Ultimate Guitar, ffffound!, CNR, torrent, mininova, IMDb, nem sequer wikipedia.

Quem é que eu quero enganar?

 

dream on,

Nessie

 


mood: TGIF!
tune: the age of the understatement - The Last Shadow Puppets


: Nessie @ 16:07

Ter, 17/11/09

 

TRUE.

 

Ainda assim, quando recebi ontem os meus convites para a ante-estreia do New Moon dia 19, comecei a sentir um certo entusiasmo.

 

Pai: Então... mas tu não gostavas.

Eu: Eh... Até gosto, mas não sou obcecada embora neste momento o pareça.

 


mood: roflmao
tune: my propeller - Arctic Monkeys


: Nessie @ 21:07

Dom, 16/08/09

Que bom que já há quem tenha pegado no meu desafio :) Se não sabes do que estou a falar, basta ires até ao post anterior - and go nuts!

 

Como já tinha prometido a mim mesma, hoje fui até ao shopping fazer uma visita à Fnac para comprar o livro e o DVD de Orgulho e Preconceito. Como a ala dos filmes fica mais próxima da entrada comecei por aí, e até me distraí por um bocado ao ver filmes como P.S. I Love You (que nunca vi) e Into the Wild (um dos meus preferidos!) a 9,99€ - ainda pensei seriamente em comprar o último mencionado, mas depois reconsiderei. 

Voltando a concentrar-me na tarefa de encontrar o Pride & Prejudice, estive uns minutos a percorrer prateleiras de filmes por ordem alfabética sem qualquer sucesso - o DVD não estava disponível.

Aceitei a derrota com o pensamento de que o livro era mais importante, e então dirigi-me até à ala dos livros. Permiti-me muito algum tempo para rondar os novos lançamentos (novo livro da Nora Roberts, A Villa, já disponível!), considerar os preços de alguns livros que tenciono comprar mais tarde e ler as sinopses de algumas histórias que me pareceram interessantes.

De volta à realidade, fui até à estande da Literatura Traduzida e segui os apelidos começados em A com atenção até ler nas lombadas o nome Paul Auster. Atrás dos livros do senhor, nem sinais de Jane Austen. Procurei em Romances Históricos e outras categorias (sabe-se lá...) mas o resultado foi o mesmo: nada.

Já chateada com Jane por ela me estar a evitar (ainda no início das férias tinha visto uma data de livros dela disponíveis!), perguntei aos funcionários da Fnac se tinham o Orgulho e Preconceito em stock.

Obviamente, a resposta foi não. (Ou não tinha eu revistado as estantes e os expositores ao pormenor.)

 

Derrotada e já com a raiva a aflorar silenciosamente, decidi ir até à Bertrand onde os livros são ligeiramente mais caros mas por outro lado até adicionava mais pontos ao cartão. Tentei manter-me optimista.

Mas isso não durou muito tempo, porque mais uma vez os livros que antecediam os de Paul Auster não eram os de Jane. Sem muita paciência para estar ali novamente a perder o meu tempo, perguntei ao senhor da caixa onde é que eles tinham os livros de Miss Austen.

Ele respondeu-me que os livros dela eram editados pela editora não-sei-das-quantas, e que a Bertrand já não colaborava com a tal editora.

WTF? Estamos a falar de Jane Austen! Como é que é possível que a Bertrand não venda clássicos da literatura como os de Jane Austen?!

Depois lá me disse que os podia arranjar no establecimento da editora, que ficava ao pé de não-sei-quê no Estoril.

Tudo bem que Estoril e Cascais estão practicamente lado-a-lado, mas acham mesmo que eu me daria ao trabalho?

Eu disse que não conhecia o que quer que fosse que ele tinha mencionado, e muito escandalizado o senhor continuou a tentar explicar-me perguntando-me se eu sabia onde ficava o Banco Espírito Santo do Estoril.

-.-'

Duvido muito que eu tenha cara de alguém que passa a vida a ir ao BES no Estoril.

Mas para que ele não me fosse começar a enumerar todos os establecimentos públicos no quarteirão da livraria, lá disse um 'Sim' pouco convincente - até porque eu não queria saber da loja do Estoril para nada.

"Óptimo. É mesmo atrás do BES." Finalizou ele.

Ah, pronto, é um alívio saber isso! Ou não.

 

Lá saí eu da Bertrand completamente derrotada e de mau humor.

Estamos a falar de JANE AUSTEN, senhoras e senhores, para o caso de ainda não ter ficado esclarecido. Uma das escritoras mais populares e importantes da história da literatura! Pergunto-me agora como é que é possível que não haja nem um único romance dela à venda? Ou os livros tiraram o dia de folga ou de repente toda a gente se lembrou de comprar um romance do século XIX para ler nas férias!

 

E o que me enerva ainda mais (se são fãs da série Twilight é melhor pararem de ler, caso contrário não me responsabilizo por eventuais choques emocionais ou ataques de raiva contra a minha pessoa) é o enorme stock de livros da Stephenie Meyer que parecem voar das prateleiras a uma velocidade impressionante mas nunca esgotam! Claro está, as histórias sobre uma adolescente melo-dramática e um vampiro extremamente lamechas nunca poderia deixar de marcar presença em todo o lado! Porque isso sim, ladies and gentlemen, é verdadeira literatura! Não haja dúvida que a escrita de Mrs. Meyer é extraordinária, e não nos esqueçamos de que a sua obra já foi comparada a Romeu e Julieta de Shakespeare.

[fim do sarcasmo]

Onde é que as pessoas têm a cabeça?!

Eu não tenho nada contra a série Twilight, muito sinceramente. Só não sou grande fã. (Aquilo de que não gosto mesmo é a maneira de escrever da senhora que idealizou a trama toda, aí nem há discussão.) E eu sempre adorei vampiros, a história é que não me atrai como atrai 99% dos leitores. 

Mas essa não é a questão!

(Não levem estes comentários muito a sério porque eu estou é frustrada e revoltada contra a Fnac e a Bertrand.)

 

Resumindo e concluindo, voltei para casa de mãos vazias e com ainda mais vontade de ler o Orgulho e Preconceito.

Mas como tal não é possível neste momento, vou começar o Night Train to Lisbon, de Pascal Mercier, que comprei no aeroporto de Heathrow com bastante entusiasmo porque todas as críticas são extremamente favoráveis. (Vi hoje na Fnac que a versão em português chama-se Comboio Nocturno para Lisboa.)

 

Nem sei porque é que me dei ao trabalho de postar sobre isto.

Mas afinal, para que serve um blog?

 

dream on,

Nessie

 




: Nessie @ 15:32

Sex, 10/07/09

 

 

 

Uau. Não sou grande fã de Twilight mas já consegui publicar dois posts com esta tag no espaço de um mês.

 


mood: bored.
tune: about a girl - The Academy Is
tags:

quote de descrição do blog: últimas palavras de François Rabelais, segundo o livro Looking for Alaska (John Green) imagem do cabeçalho via catfromjapan.tumblr.com
Apenas possuo imagens publicadas no meu blog quando mencionado. Todas as restantes - a maioria delas - são retiradas da internet.
"I go to seek a Great Perhaps.
mais sobre mim
links