: Nessie @ 18:33

Seg, 07/12/09

 

Todos os dias, de uma maneira ou de outra, sou interceptada por pensamentos e discursos deprimentes a respeito do futuro da minha pessoa - e basicamente de toda uma geração.

Desemprego isto, desemprego aquilo.

Tens bom raciocínio, porque é que não escolheste economia?

Devias estudar engenharia, isso é que tem saída.

Era sempre bom ter uma médica na família.

Se eu soubesse o que sei hoje...

 

Pois bem, estou farta. Não tenho culpa que o Mundo - e particularmente Portugal - não seja perfeito, e não vou alterar os meus planos (se é que tenho alguns) por causa disso. Há coisas que não fazem sentido na cabeça dos outros, mas podiam ao menos fingir que confiam nas minhas decisões - ou no mínimo ignorá-las.

 

Acredito em acreditar.

E se apenas virmos o copo meio vazio, nunca iremos ficar satisfeitos com nada. Afinal, o que é que é preciso para ter sucesso na vida? Um diploma em medicina, em engenharia?

 

Lamento, a sério que lamento. Lamento pelas pessoas que empurram os seus sonhos bem para o fundo a memória, e os cobrem com a glória que esperam alcançar ao seguir um rumo diferente.

E sabem que mais? Toda esta história deixou de me assombrar.

Eu não vou desistir. A glória sempre me ofuscou, acho que prefiro ir à luta.

 

dream on,

Nessie


mood: fearless
tune: do what you want - Ok Go


: Nessie @ 12:12

Sab, 05/09/09

You Should Be a Film Writer
You don't just create compelling stories, you see them as clearly as a movie in your mind.
You have a knack for details and dialogue. You can really make a character come to life.
Chances are, you enjoy creating all types of stories. The joy is in the storytelling.
And nothing would please you more than millions of people seeing your story on the big screen!
 
Ora aí está algo interessante! Eu não faço ideia de qual a carreira em que devo investir, mas pelos vistos a Internet sabe ;)
 
Ontem uma amiga da minha mãe contou-me de uma rapariga que conhece que está a estudar em Londres, num curso super-perfeito. Pedi-lhe para tentar saber o nome da escola, porque fiquei com montes de dor-de-cotovelo...
 
dream on,
Nessie

mood: lost
tune: the view from the afternoon - Arctic Monkeys


: Nessie @ 10:16

Dom, 16/08/09

 

Quero lançar um desafio a todos os bloggers: A que é que vocês chamariam 'home' (racionalidade à parte)? Como seria a habitação dos vossos sonhos? Apresentem uma descrição, e se quiserem juntem fotos que vos inspiram.

 

Eu devo admitir que gosto de pensar nisso; adoro sonhar qual o tipo de localização, decoração e ambiente teria. Por isso decidi criar um post a descrever esses meus idealismos, e partilhar os meus sonhos mais ou menos extravagantes.

 

Estilo.

Para mim, o estilo de habitação ideal seria um loft. Poderia até nem ser muito grande, mas espaçoso, luminoso, paredes de cimento e paredes de tijolo, chão de madeira, janelas enormes. A sala de estar e a de jantar seriam a mesma divisão, separada da cozinha por uma ilha de balcões. Apenas o quarto e a casa de banho seriam divisões distintas. Uma varanda que podia nem ser larga mas definitivamente comprida.

Um típico loft de uma pseudo-artist-in-the-making a gozar os seus 20 anos.

 

 

 

Localização.

A minha opinião divide-se neste ponto; Incialmente seria em Manhattan com vista para o Central Park ou nos bairros urbanos de Brooklyn, mas depois de ter estado em Londres é difícil não a considerar outra opção...

 

Sala de estar/Sala de Jantar.

Esta seria a maior sala da casa, ocupando provavelmente mais de metade dos metros quadrados totais do loft.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Na entrada, qualquer convidado seria imediatamente saudado pela irreverência. Dispenso o estilo "arrumado ao pormenor"; prefiro ver posters retro aleatoriamente posicionados nas paredes, killer shoes espalhados pelo chão, casacos, malas e cachecóis pendurados à vista de todos.

Gosto também de acrescentar detalhes com personalidade, como recortes, esculturas, espelhos... tenho uma queda enorme por coleccionar caixinhas, por isso também elas seriam indispensáveis.

Quem disse que todos os artigos têm de combinar uns com os outros? Eu sou fã de uma decoração eclética e ligeiramente aleatória, com bom gosto.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 Adoro a ideia da bicicleta clássica, por exemplo, completamente deslocada do resto do ambiente.

 

 

A sala de estar seria ampla, protagonizada por um sofá enorme e confortável acompanhado por uma mesa de café. Teriam de existir necessariamente várias estantes onde pudesse pôr os mais variados livros, que também se acumulariam pelo chão em ocasionais pilhas de meio metro.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

LOVE <3

 

Voltando ao sofá, a área considerada lounge: muitas almofadas XXL, uma televisão grande onde passariam os mais variados filmes, uma boa stereo. Centenas de CDs e DVDs a compor várias prateleiras, e discos de vinil estrategicamente exibidos. Guitarras nos cantos, casualmente encostadas às paredes. Telas inacabadas em projectos pessoais. Um mini-bar onde não dispensaria umas quantas garrafas para comemorar com visitas ou simplesmente para preparar um copo quando quisesse relaxar. Velas, muitas velas no chão, nas estantes, na mesa de café, no parapeito das janelas - um pouco por todo o lado!

Consigo já imaginar os serões da meia-noite com os amigos, uma boa conversa acompanhada por uns copos, boa música e guitarradas informais ou uma noite de cinema recheada de pipocas, gelado e M&M's.

 

Ah, la bohéme!

 

 

 

 

 

Gostaria de acrescentar ainda o pormenor de um dos meus grandes vícios: revistas de moda. Estas estariam orgulhosamente à vista de todos, quer espalhadas na mesa de café ou mesmo empilhadas no chão.

A sala de jantar seria minimal, já que para preparar jantares com os amigos as refeições poderiam ser tomadas na área do sofá sem cerimónias. No entanto não dispenso uma mesa, pequena para não ocupar muito espaço nem roubar protagonismo.

Apenas mais uma área descontraída.

 

Cozinha.

Outra área favorita: a cozinha! A magia e essência de todos os lares. Quero-a retro e colorida, por favor!

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Bastante funcional, um local onde nunca pode faltar nada! Concebida para ser palco de experiências culinárias...

... e possíveis aventuras amorosas...

Esta é uma divisão fundamental e à qual dedicaria muito tempo livre. Aprecio alguns rituais, como o café pela manhã e o chá ao fim da tarde, a sobremesa às sextas-feiras (e noutros dias da semana...) e os jantares improvisados.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Com muitos livros de culinária à mistura, de preferência.

 

Casa de banho.

Para um apartamento de solteira, apenas uma casa de banho seria necessária - ainda que prefira estar rodeada de amigos o tempo inteiro. Algo simples chegava, mas já que estou numa de sonhar alto posso permitir-me a uma casa de banho grande e bem equipada, com uma banheira retro e um espelho comprido, várias prateleiras e uma janela. Algo neste estilo:

Mas com o tipo de banheira que eu adoro:

Consigo imaginar-me em grandes momentos de relaxamento... hm... o aroma a perfumes sofisticados e mais velas!

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

E claro, os detalhes do costume.

 

Quarto/Closet.

Divisão separada do resto, o quarto não ocupa necessariamente muito espaço uma vez que estou habituada a quartos pequenos e até gosto - além disso, quem precisa de um quarto grande quando tem um loft inteiro a seu dispor?

Gostava que a cama fosse ao estilo futon; por alguma razão estranha não faço questão que as camas sejam altas.

Acho que já deu para perceber que gosto de objectos no chão.

E adoro estes detalhes pessoais da bandeira do Reino Unido, as luzes penduradas pela parede e o gira-discos.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Mais posters, mais recortes, mais personalidade.

Coisas espalhadas por todo o lado, sem qualquer mania de arrumações.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Adorava ter direito a um MacBook e a uma máquina de escrever vintage... <3

 

A fazer parte do quarto estaria o closet, de preferência com as mesmas dimensões.

Adorava ter um ao estilo Carrie Bradshaw, carregado de roupa, sapatos e acessórios por todo o lado!

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Não é esse o sonho de qualquer rapariga?

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Varanda.

Adorava ter uma varanda de onde pudesse observar os contornos da cidade à luz quente do pôr-do-sol na boa companhia de um livro; chocolate quente no Inverno, limonada no Verão. Onde daria música aos vizinhos com a Razz, a minha guitarra clássica que continuará a acompanhar-me para sempre. Um sítio onde teria uma espreguiçadeira para sestas ao ar livre e várias lanternas e castiçais a dar cor às noites escuras. Estaria também decorada com pequenos vasos de flores silvestres e plantações alternativas de morangos, framboesas e amoras.

 

Companhia.

Este seria um loft meu. Não me importava de o idealizar com colegas de quarto ou alguém especial, no entanto gostava de experienciar alguma independência, a sensação de termos um espaço só e apenas nosso.

Mas esta é uma das minhas ambições mais antigas: ter três cães.

Há quem já tenha nomes preferidos para atribuir a futuros e eventuais filhos; eu já tenho nomes (e raças) para os meus amigos de quatro patas: Indiana (Indie), um cocker spaniel preto; Texas, um golden retriever castanho-claro; e Nevada, um husky branco.

Okay, então três cães num loft talvez não fosse a melhor das ideias; nesse caso ficaria só com o Indie, que é o mais pequeno ;)

 

dream on,

Nessie

 

P.S.: Razões para adicionar este post aos favoritos:

- foi bastante longo.

- deu muito trabalho.

- foi bastante minucioso.

- as imagens que o acompanharam são inspiradoras.

- de certeza que te fez reflectir sobre o assunto ;) toca a sonhar!

 

 

Imagens via Google images e the selby.


mood: dreamy...
tune: great dj - The Ting Tings


: Nessie @ 22:48

Seg, 10/08/09

Esqueci-me completamente de partilhar um dos momentos mais eufóricos da minha vida. Recebi o melhor e-mail de sempre esta manhã:

 


 

 

De: Examinations Officer

Enviada: segunda-feira, 10 de agosto de 2009 10:03:46

 

<ines
You obtained a grade A in your ESL GCSE exam. Certificates will follow later.Congratulations.
Mrs Simões
 
 

 
AHHHH!!!
Para quem não sabe os ESL GCSE são os exames de English as a Second Language, que eu, a Mollie e a Maggie fizemos este ano no St. Julian's- deu uma trabalheira desgraçada. (E para que não haja confusões, nós não andamos no St. Julian's - somos meras mortais que frequentam um dos liceus mais podres do país.)
 
Agora que tirei um belo de um A, como é que poderia deixar de parte o meu sonho de estudar em Inglaterra ou nos USA?
 
dream on,
Nessie

 


mood: !!!
tune: nobody knows me at all - The Weepies


: Nessie @ 21:27

Seg, 22/06/09

Não gosto muito de pensar sobre o que quero vou ser no futuro. Gosto de manter várias opções em aberto e esperar pelo dia em que possa ter a certeza de qual é a mais indicada (e disponível).

Tenho o sonho de poder viajar mesmo em trabalho; de conseguir escrever as 18372 algumas histórias que se desenvolvem na minha imaginação mas que não chego a acabar por escrito devido à falta de tempo; de conhecer pessoas interessantes cujo estilo de vida me inspire; de continuar a aprender com o meu emprego, acho que nada pode ser mais interessante num trabalho do que os próprios conhecimentos que apreendemos através dele. Sonho conseguir conciliar a carreira e a vida pessoal, porque acho que só a partir de um equilíbrio entre as duas é que conseguimos alcançar a estabilidade/felicidade. Porque apesar de tudo, sonho com o emprego que me faça feliz por ter acordar de manhã mesmo naqueles dias horríveis porque sei que os desafios que aí vou encontrar são um escape para as minhas frustrações.

Oh well... I guess I'm nothing but a dreamer.

 

Dito isto, não me importava de trabalhar aqui:

 

 

Bem-vindas(os) aos escritórios da NYLON Magazine.

E sim, se fosse para a Nylon, não me importava nada de fazer trabalho de escritório.

E porque é que este seria o local de trabalho ideal? Para já, olhem para a fotografia - não é preciso ter muita atenção. Os escritórios da NYLON não são como qualquer outro establecimento profissional. O trabalho é encarado como a revista: descontraído e divertido.

 

A NYLON é uma revista de Pop Culture, publicada desde 1999 que se centra em aspectos como a moda, música, design, arte, celebridades, televisão e cinema, tecnologia, e viagens - ou seja, tudo o que me interessa.

Adoro o seu estilo irreverente, messy-glam, boho e rock-chic. A única regra é a auto-expressão (por alguma razão esta palavra soa melhor em inglês...).

Para grande desilusão nunca encontrei uma NYLON em Portugal e além disso não ando propriamente a nadar em dinheiro para comprar constantemente revistas estrangeiras.

 

 

 

Mas não se pode ter tudo, I guess...

 

dream on,

Nessie

 


mood: bohemian, baby.
tune: the last high - The Dandy Warhols

quote de descrição do blog: últimas palavras de François Rabelais, segundo o livro Looking for Alaska (John Green) imagem do cabeçalho via catfromjapan.tumblr.com
Apenas possuo imagens publicadas no meu blog quando mencionado. Todas as restantes - a maioria delas - são retiradas da internet.
"I go to seek a Great Perhaps.
mais sobre mim
links