: Nessie @ 02:03

Qui, 14/07/11

Of course, I understand, in some manners, what you are attempting to perform. There is such a thing as love that cannot be, for certain. If I were to inform Father, for example, about how I comprehend love, and who I desire to love, he would kill me, and this is no idiom. We all choose things, and we also all choose against things. I want to be the kind of person who chooses for more than chooses against, but like Safran, and like you, I discover myself choosing this time and the next time against what I am certain is good and correct, and against what I am certain is worthy. I choose that I will not, instead of that I will. None of this is effortless to say.

 

- Everything is Illuminated, Jonathan Safran Foer

 

Ora aqui está um livro que me obrigou a abafar as gargalhadas com uma almofada quando o comecei a ler no avião e que me levou às lágrimas* (aos soluços!) agora mesmo quando o acabei de ler. Bolas Foer, que livro extraordinário. Queridos leitores, podem esperar vários excertos no meu outro blog assim que eu voltar do Algarve, mas não resisti a vir cá deixar uma reacção/recomendação. Tenho é de ir dormir que amanhã o dia começa cedo adeus internet vou sentir muito a tua falta kbye

 

*À semelhança do filme, embora este tenha uma abordagem (muito) diferente da história.


tags:

quote de descrição do blog: últimas palavras de François Rabelais, segundo o livro Looking for Alaska (John Green) imagem do cabeçalho via catfromjapan.tumblr.com
Apenas possuo imagens publicadas no meu blog quando mencionado. Todas as restantes - a maioria delas - são retiradas da internet.
"I go to seek a Great Perhaps.
mais sobre mim
links